Recordar é viver e, sendo assim, lembramos o leitor sobre esse vídeo de tempo não muito distante, agosto de 2019, do momento em que a esposa do senador Omar Aziz (PSD), a empresária Nejmi Jomaa Abdel Aziz, foi presa em ação da Polícia Federal.

Nejmi e mais três irmãos do senador foram presos por desvio de recursos públicos da saúde do Amazonas, durante a “Operação Vertex”, um desdobramento da “Operação Maus Caminhos”, que investigava a prática de crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

As investigações da PF, que foram autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), apontaram que mais de R$ 92 milhões foram desviados da Saúde. Nove mandados de prisão preventiva foram cumpridos, na época. Segundo a Polícia Federal Omar Aziz também estava envolvido nos crimes, mas, por ter direito ao foro privilegiado, não foi alvo da ação.

Apesar de tudo isso, os parlamentares que integram a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 consideraram o nome de Aziz “perfeito” para ser o presidente da comissão, que vai apurar supostas ações e omissões do Governo Federal no combate à pandemia do coronavírus e também identificar se governadores e prefeitos utilizaram os recursos recebidos do Governo Bolsonaro, realmente, em medidas de enfrentamento da doença.

Share: