Ação conjunta já beneficiou 31 unidades de saúde do sistema público, incluindo todos os SPAs e maternidades da capital.

A parceria entre Grupo Samel e Instituto Transire já doou, em apenas uma semana, mais de 1,5 mil equipamentos hospitalares a 31 unidades públicas de saúde de Manaus com atendimento a pacientes de Covid-19. O balanço das ações realizadas pelas empresas no segundo pico de contágio da doença foi divulgado na noite desta sexta-feira, 29, em um vídeo publicado nas redes sociais.

O presidente do grupo hospitalar, Luís Alberto Nicolau, anunciou que a ação conjunta também chegará ao sistema público do interior do Amazonas. Além dos equipamentos entregues, a Samel distribuiu 180 cilindros de oxigênio à rede pública de saúde e reativou o serviço de chatbot para atendimentos médicos e triagem de casos de Covid-19 gratuitos à população.

Entre os 1,5 mil produtos doados pela Samel e Transire, estão 268 respiradores mecânicos não invasivos do tipo BiPAP, que reduzem o consumo de oxigênio; 385 máscaras faciais para Ventilação Não Invasiva (VNI); 640 filtros de barreira bacteriológica; macacões impermeáveis para profissionais de saúde; fluxômetros para gases medicinais e outros materiais hospitalares.

As 31 unidades de saúde beneficiadas incluem todos os Serviços de Pronto Atendimento (SPA) e todas as oito maternidades públicas de Manaus, as duas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), prontos-socorros, hospitais e fundações, o recém-reaberto Hospital Nilton Lins, o Centro de Reabilitação pós-Covid da Prefeitura de Manaus e a Policlínica da Polícia Militar do Amazonas.

“Em suma, tentamos cobrir toda a capital nesta continuidade dos esforços da Samel para minorar os problemas de saúde”, ressaltou Luís Alberto, ao lado dos diretores Ricardo Nicolau e Hiram Nicolau. “Em todos esses lugares, nós também dividimos o know-how que nós acumulamos durante essas duas fases da pandemia que tanto tem assolado o nosso Estado.”

O vice-presidente da Transire, Clemilton Gomes, defendeu a união de mais entidades privadas no combate ao novo coronavírus. “A união é realmente necessária num momento desse tão difícil para a nossa cidade. Dois grandes grupos, um hospitalar e um industrial de pesquisas, se uniram para trazer algum alívio e fazer tudo isso chegar à população a tempo”, disse.

Ação nos municípios

A segunda etapa da ação conjunta entre Samel e Transire teve início no interior do Estado, também nesta sexta-feira, pelo município Itacoatiara (distante 176 km da capital). No sábado, dia 30, hospitais públicos de mais cidades amazonenses serão beneficiados, conforme anunciou Luís Alberto Nicolau.

“Como somos um grupo genuinamente amazonense e o grupo Transire, genuinamente brasileiro, começamos, a partir de hoje, a levar as mesmas tecnologias, os mesmos materiais para o interior do Amazonas. Esperamos que, com esse esforço, nós possamos superar a grave crise em que nos encontramos”, disse.

Chatbot reativado

O serviço de Chatbot desenvolvido pela Samel Health Tech e Instituto Transire e cedido para a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) foi reativado nesta semana. A plataforma oferece atendimento médico, psicológico (este apenas para profissionais de saúde do Estado), triagem e monitoramento de casos de Covid-19 gratuitamente à população pelo site chatbot.saude.am.gov.br.

“A Samel cedeu espaço na nuvem (para hospedagem de dados), prontuário eletrônico, 15 telefones celulares com chip, enfim, todo o processo de telemedicina e a infraestrutura para que o governo do Estado possa utilizar essa tecnologia tanto para casos de Covid quanto para o acompanhamento psicológico dos amazonenses”, destacou Luís Alberto Nicolau.

Share: